Investimentos em fundos? Veja como a Reforma Tributária pode afetar suas aplicações.
05/10/2021

Investimentos tiveram suas tributações alteradas no texto entregue ao Congresso.

Seus investimentos em fundos serão os primeiros a demonstrarem o quanto a sua empresa será afetada. A reforma tributária vem sido discutida ao longo dos últimos meses e, agora que está cada vez mais próxima de afetar a realidade dos brasileiros, é importante entender os principais pontos de mudança. Para alguns, a reforma vem como forma de favorecer as empresas menores e tornar o Imposto de Renda mais justo.

 

reforma tributáriaDentre as principais mudanças, está a redução do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) de 15% para 8% e a redução de 1 ponto percentual na Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), segundo a Agência da Câmara de Notícias.

 

Investimentos em fundos, dividendos serão taxados como em outras partes do mundo.

 

De acordo com o texto, os dividendos e lucros distribuídos pelas empresas serão taxados em 20% com isenção na faixa dos R$20 mil trimestrais, porém os fundos de ações ficam de fora. 

 

Além disso, está previsto o fim do juro sobre capital próprio (JCP) no mundo dos investimentos. Essa forma de remuneração aos acionistas será vista como despesa operacional e ficará livre de Imposto de Renda.

 

Alterações em fundo de investimento

Os famosos Investimentos em fundos Imobiliário, foram os que sofreram a mudança mais surpreendente para o mercado financeiro. Se antes eram isentos de tributação, agora os rendimentos dos cotistas serão taxados em 15% a partir de 2022.

 

Conhecido por sua estabilidade e baixo risco, o investimento renda fixa também será taxado em 15% a partir de agora, assim como todos os tipos de fundos de investimento.

 

Isso significa que o modelo antigo irá acabar. Antes, a tributação gradativa significava que, quanto mais tempo deixar seu dinheiro investido, menos Imposto de Renda pagaria. A tributação começava com 22,5% e poderia chegar aos 15% com 720 dias de investimento, o que muitos do mercado diziam favorecer quem tem maiores quantias para investir.

 

No mundo das finanças, gestoras de investimento em fundos precisam sempre ficar atentas aos meses de maio e novembro por causa da antecipação do recolhimento do Imposto de Renda, conhecido como “come-cotas”, de 20% a 15% de taxação. Com a Reforma, a coleta de maio passa a ser extinta.

 

Fique atento às mudanças!

 

Caso seja um investidor independente, é importante ficar ainda mais atento a todas essas mudanças para avaliar que fundos de investimento continuam relevantes para seu patrimônio e, assim, aproveitar ao máximo cada modificação citada. 

 

Se tiver uma gestora de investimento como a CB Partners nessa jornada, é ainda melhor, pois usaremos nosso know-how de um grupo de 25 anos para escolher a maneira mais segura de fazer essas alterações, se necessárias, e coordenar especialistas para decidirem e revisarem a carteira de aplicações constantemente.

 

Quer saber mais sobre investimentos e gestoras de recursos? Acompanhe nossas redes sociais, curtindo nosso Linkedin ou Facebook.

Atenção!

 

O nome da CB Partners está sendo usado de forma inapropriada na aplicação de golpes
através de ofertas enganosas de empréstimos pessoais.
Estamos recebendo relatos de fraudes praticadas principalmente através de contas falsas
do WhatsApp.

 

Reiteramos que não realizamos empréstimos para pessoas físicas e nem cobramos
taxas prévias a qualquer negociação.

 

Em casos suspeitos favor entrar em contato com a CB Partners através do e-mail:
juridico@creditbr.com.br ou pelo telefone (11) 5054-5400.

 

Esteja alerta e conte com a nossa equipe!