Investimentos perdidos ou não? Aprenda de uma vez por todas como calcular a rentabilidade.
21/10/2021

É preciso fazer investimentos que expandem o seu patrimônio como deveriam. 

Investimentos bons são aqueles que ajudam sua empresa a crescer, afinal, é necessário que haja sempre uma boa rentabilidade ou, em outras palavras, o ganho adicional que você teve sobre o capital que aplicou.

 

InvestimentosAo investir em fundos, quem é iniciante no mercado financeiro pode confundir lucratividade com rentabilidade. Enquanto o primeiro é um parâmetro usado nas empresas para medir ganhos sobre o faturamento, o segundo é direcionado para o lucro nos investimentos. E é ele que vai dizer se suas aplicações estão valendo a pena ou não. 

Antes de mais nada, é preciso saber que cada investimento tem formas diferentes de trazer rentabilidade.

Enquanto algumas aplicações têm taxas prefixadas, em que o investidor já sabe quanto terá de retorno antes mesmo de investir, outras são pós-fixadas, o que significa que serão rentáveis de acordo com alguma tarifa de referência.

 

No entanto, não é preciso escolher uma ou outra. Existe o formato híbrido, em que há uma rentabilidade fixada no momento do investimento, enquanto o resto está atrelado a uma taxa variável. É muito comum que esta diversificação ocorra quando se contrata uma gestora de recursos, tornando suas aplicações mais seguras por não dependerem completamente de um único ativo.

Como calcular a rentabilidade de investimentos?

Para saber a rentabilidade, basta dividir o valor do ganho com o valor investido e diminuir um (1). Por exemplo, vamos supor que você aplicou R$1000,00 em um ativo e, um ano depois, sacou R$1300,00. Se seu lucro foi de R$300,00, pode-se dizer que rendeu 30%.

No entanto, nenhum dado é válido sozinho e apenas esse valor não é o suficiente para saber se, de fato, foi um investimento rentável ou não. Por isso, é preciso incluir dados como inflação e impostos.

É mesmo necessário considerar inflação e impostos?

Ao avaliar a rentabilidade de investimentos é crucial entender como todos esses dados influenciam no ganho e, assim, você poderá saber de fato quanto seu patrimônio cresceu. Por causa do poder de compra e mudanças anuais da economia, comprar algo com os R$300,00 hoje não é a mesma coisa que usar esse mesmo valor no futuro.

 

Se a inflação está 5% e sua aplicação rendeu aqueles 30%, então sua rentabilidade real foi de 25%. Apesar dos números fictícios, a verdade é que, muitas vezes, essa taxa inflacionária pode afetar investimentos a ponto de você não ter rentabilidade alguma. Por isso, é crucial manter-se informado como os fundos de investimento estão se saindo no mercado e comparar com taxas do governo.

 

A Tarifa Selic, estabelecida pelo Banco Central, é outro número para ficar de olho, já que é o principal referencial para investimento de renda fixa. Quando a Selic estava 15%, uma taxa de 3% pode não ser relevante, mas no momento que a Selic cai para 6%, seu rendimento já representa metade do que você ganharia. 

Como avaliar bons investimentos então?

A melhor forma de avaliar a rentabilidade é comparar essas taxas sempre que possível, mas lembrando que precisam ser de aplicações com riscos e volatilidades parecidas. 

 

Caso tenha um investimento de renda fixa, um bom comparativo seria com o Tesouro Direto, já que é uma aplicação com baixo risco e controlada pelo governo, o que significa que tem pouca variação. Já para ativos de renda variável, um contraponto pode ser o Ibovespa, índice da Bolsa de Valores.

 

Navegar pelo mercado financeiro é uma atividade que demanda conhecimento e experiência, mas é possível entender melhor sua rentabilidade com o passar do tempo. Há sempre, claro, a opção de contratar gestoras de investimentos.

 

Empresas como a CB Partners têm especialistas para acompanharem suas aplicações diariamente e o know-how para ficarem atentas ao mercado, entendendo como os investimentos são afetados e diversificando aplicações conforme o cenário, tornando-se essenciais para quem quer ter maior rentabilidade.

 

Temos um ótimo artigo sobre o que faz uma boa gestora de investimentos que pode conferir. E, se quiser acompanhar outros assuntos do mercado financeiro, basta seguir nosso Facebook e Linkedin

 

Atenção!

 

O nome da CB Partners está sendo usado de forma inapropriada na aplicação de golpes
através de ofertas enganosas de empréstimos pessoais.
Estamos recebendo relatos de fraudes praticadas principalmente através de contas falsas
do WhatsApp.

 

Reiteramos que não realizamos empréstimos para pessoas físicas e nem cobramos
taxas prévias a qualquer negociação.

 

Em casos suspeitos favor entrar em contato com a CB Partners através do e-mail:
juridico@creditbr.com.br ou pelo telefone (11) 5054-5400.

 

Esteja alerta e conte com a nossa equipe!